Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home3/detetize/public_html/wp-content/plugins/essential-grid/includes/item-skin.class.php on line 1422

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home3/detetize/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2858

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home3/detetize/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2862

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home3/detetize/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/output.class.php on line 3708
Conheça as doenças que podem ser transmitidas pelo morcego - Detetize

Morcegos podem transmitir doenças pela mordida, no caso dos morcegos hematófagos, que se alimentam de sangue, e por meio das secreções, caso seja frugívoro, ou seja, se alimenta de frutos, e acaba contaminando a água, por exemplo. Fatores como a temperatura corporal em torno de 36ºC, No caso do ebola, a doença está sendo disseminada na República Democrática do Congo pelo consumo da carne de caça de morcego. Vale lembrar que o morcego só transmite qualquer doença se estiver infectado

Por que o morcego transmite doenças?
Fatores como a temperatura corporal em torno de 36°C, que contribui para a manutenção do vírus, a proximidade entre os animais na colônia, o hábito da lambedura, que ajuda na transmissão de vírus e de bactérias pela saliva, e a rapidez na reprodução, que varia de dois a sete meses de acordo com a espécie, facilitam a propagação de doenças

Qual a importância do morcego na natureza?
Os morcegos têm um papel importante na natureza. São predadores de pragas e ajudam na polinização de milhões de espécies de plantas, contribuindo para o equilíbrio ambiental

Quais são as principais doenças transmitidas por morcego?
Uma delas é a raiva. O vírus é transmitido por meio da mordida ou arranhadura do morcego e outros animais infectados, inclusive de homem para homem. Leva a uma grave infecção do cérebro, a encefalite. Os sintomas são irritação, alucinações, convulsões e agressividade. O Lissavírus Australiano é uma variação do vírus da raiva e apresenta os mesmos sintomas, porém, é encontrado apenas na Austrália. Tanto a raiva quanto o Lissavírus podem levar à morte

Ebola: em países do continente africano, onde há registro dessa doença, ela está sendo transmitida pelo consumo de carne de caça contaminada, como macaco e morcego, e secreções humanas. O vírus fica impregnado em utensílios que tiveram contato com as secreções como roupas, roupas de cama e de banho, talheres e copos. O cadáver precisa ser incinerado, pois o corpo continua transmitindo a doença mesmo após a morte, por meio das secreções liberadas na decomposição

Marbug: da mesma família do ebola, o Marbug também é transmitido pelo contato com sangue ou fluídos corporais do morcego ou de outros mamíferos. Leva à grave doença hemorrágica febril sistêmica e possui alta letalidade, entre 50 e 90%. Os sintomas incluem febre alta, dor muscular, inflamação nas pálpebras e vômitos. A doença leva esse nome devido ao registro do primeiro surto, na cidade alemã de Marbug, onde cientistas analisavam macacos vindos da Uganda. O vírus é predominante na África Equatorial

Nipah: a infecção ocorre pelo contato com sangue ou fluídos corporais do morcego e de outros animais infectados, além de alimentos contaminados com fezes desses animais. Leva à grave doença respiratória e encefalite, com letalidade de 50% dos infectados. Pode ser transmitida também de pessoa a pessoa. Entre os sintomas, estão febre, vômitos e dor de cabeça. O vírus é predominante na África e na Ásia. Recentemente, 10 pessoas morreram na Índia em decorrência deste vírus

Histoplasmose: a infecção, causada por fungos, acontece mediante à inalação de poeira após sedimentação das fezes de morcego, ricas em nitrato, geralmente em cavernas. A histoplasmose também pode ser transmitida por aves, pois suas fezes também possuem grande quantidade de nitrato. A doença pode se agravar e se disseminar pelos pulmões, sistema linfático, responsável pela defesa do organismo, e sistema nervoso central, resultando em grande taxa de mortalidade. Os sintomas são febre, calafrios e dor de cabeça

Leptospirose: doença causada por uma bactéria que pode ser transmitida pela urina de ratos ou morcegos que contamina a água. Mais frequente em época de chuvas, quando há enchentes. Na fase inicial, a leptospirose pode ser confundida com outras doenças, como dengue, gripe e hepatite, devido aos sintomas parecidos, por essa razão é importante a realização de exame sorológico. Caso a doença não seja tratada, pode levar à morte

Hendra Vírus: transmitida pela exposição de cavalos à urina do morcego. Em humanos, após o contato com as secreções de cavalos infectados, pode levar a doenças respiratórias graves e encefalite, sendo fatal a 50% dos infectados

SARS : a síndrome respiratória aguda grave (SARS, na sigla em inglês) é um vírus que afeta o sistema respiratório, causando infecção pulmonar e morte de até 50% das pessoas infectadas. É encontrado naturalmente em colônias de morcegos e chega até o homem por meio de animais domésticos infectados. O vírus pode ser transmitido também de pessoa a pessoa e é frequente em países africanos e asiáticos

O que fazer se tiver contato com um morcego contaminado? O infectologista explica que é importante nunca encostar diretamente no morcego. Deve-se jogar um pano ou um balde em cima do animal e chamar os bombeiros ou a Segurança Ambiental para realizar o recolhimento. Caso apresente febre após o contato com o animal, procure um médico infectologista.

Deixe seu comentário

Solicite um orçamento ainda hoje!